Como fazer networking mesmo sendo uma pessoa tímida

JacPostNetworking

Provavelmente você já ouviu falar de networking e deve saber que se trata da sua rede de relacionamentos profissionais. Só que eu vejo um grande problema quando se toca no assunto, muitos só querem se relacionar para tirar algum proveito disso.

Eu sei que hoje, realmente, quanto maior a sua rede de contatos, mais oportunidade você terá. Eu já comentei que sou um exemplo vivo disso pois todas as oportunidades de trabalho que tive foram por indicação de pessoas com as quais consegui estabelecer um vínculo e fazer um bom networking.

Só que você precisa entender que para conseguir isso é preciso contribuir também. Essa é uma rede de troca, quanto mais der mais vai receber. Falando assim parece fácil e muitos já seguem essas regras, mas pessoas tímidas encontram um pouco mais de dificuldade nesse processo.

Timidez não é comigo, mas eu acredito muito no capital relacional ou networking, foi assim que mudei nove vezes de empresa.

Para incentivar a você leitor, gostaria de dar um exemplo.

Eu tenho um grande amigo, o cara que mais entende, a meu ver, de varejo no Brasil: o Edmour Saianni.

Somos amigos há mais de 15 anos. Sempre achei o Ed um visionário na época da Multiplan,  quando eu era diretora de marketing. Sempre convidava o Ed para as palestras de fim de ano voltada aos lojistas para dar aquele incentivo para as vendas de Natal, era um enorme sucesso.

Ed energizava a todos e mostrava a diferença que deviam fazer com atendimento aos clientes no fim do ano.  

Nunca esperei que um dia eu fosse receber uma ligação do presidente do Spoleto, Mario Chady, dizendo:

Oi Jac você foi indicada pelo Edmour para uma vaga de diretora de marketing aqui no Spoleto, queremos te conhecer.

Na hora eu pensei: Nossa o Ed me indicou? Que maximo. Ele sabe tudo de varejo, se me indicou foi porque gosta do meu trabalho.

Durante os 3 anos seguintes eu fiquei a frente do marketing do Spoleto, como diretora,  fazendo o que mais amava: o branding da marca e modernizando um das melhores franquias de alimentação do Brasil.

Até hoje, onde eu estiver acompanho o mestre Edmour.

As principais dificuldades das pessoas tímidas para fazer networking

“Quem é tímido não consegue fazer networking.”

Acho que essa é uma das principais bobagens que eu já ouvi. Ou você acha que as pessoas tímidas não se relacionam com o mundo?

A timidez é apenas uma característica da pessoa. Eu sou empática, tem gente que é carrancuda, outros são despojados e assim por diante. A grande diferença é que os tímidos têm um pouco mais de dificuldade para dar o primeiro passo, uma vez que rejeitam um pouco a exposição, principalmente na frente de desconhecidos.

Se você se identificou com isso, provavelmente é uma pessoa tímida.

Só que eu tenho uma boa notícia para você; apesar de ser necessário conseguir visibilidade para fazer networking, você não tem que ser o centro das atenções. Eu já falei aqui no blog sobre como causar uma primeira impressão inesquecível e se você conseguir fazer isso já terá dado um grande passo para construir o seu networking sem precisar se expor tanto.

Além disso, eu sei que terá de superar outras barreira como a dificuldade de encontrar as palavras certas, como fazer para não ser o centro das atenções, como escolher as pessoas com quem conversar e muitas outras.

Mas, é possível vencer a timidez e conseguir atingir o seu objetivo.

Uma prova disso é a escritora JK Rowling, a criadora da série Harry Potter. Apesar da timidez ela conseguiu ser reconhecida mundialmente por conta da rede de relacionamentos que construiu.

O mais difícil é imaginar é a Meryl Streep tímida. Mas saiba que essa atriz que faz papéis fantásticos no cinema e já foi indicada diversas vezes ao Oscar é tímida.

Até hoje ela lida com o problema e, antes de se expor, sempre pensa “Mary, você consegue’”.

Isso fez com que ela conseguisse superar essa barreira, fazer networking e chegar onde chegou. Não sou a Meryl (bem que gostaria!) mas é importante a frase que ela fala para si, sempre usei para tudo na minha vida: “ Jac, você consegue, você pode, vai”.

Como tornar o networking mais fácil

Dei alguns exemplos de que é possível superar a timidez e fazer networking. Agora que tal aproveitar algumas dicas para facilitar esse processo?

Prepare-se com antecedência

Se você pensar onde estará, quem são as pessoas que estarão no local, quem pretende abordar, os assuntos que pode conversar e outros se sentirá mais confortável. A preparação vai ajudar a não ser pego de surpresa e se fechar ainda mais.

Seja seletivo

Você não precisa fazer networking com que aparecer na sua frente, selecione as pessoas de seu interesse e invista nelas.

Recorra a intermediários

Sempre há um amigo mais extrovertido e ele pode ajudar nesse primeiro contato que costuma ser o mais difícil. Ele pode te apresentar a algumas pessoas e iniciar uma conversa que seja comum a vocês.

Estabeleça um tempo limite

Sabe aquela sensação: “Isso não termina nunca?”. Realmente pode não terminar se não estabelecer um tempo limite. Quando for a algum evento estabeleça por quanto tempo pretende ficar por lá, assim sabe que terá de ficar “apenas por X horas” isso te deixará menos apreensiva.

Use os recursos digitais

Sempre falo do poder das redes sociais e recursos digitais, eles são excelentes aliados dos profissionais. Usar as redes sociais para começar o networking pode ser uma boa alternativa, pois, sem o contato direto irá se habituando com a pessoa. Mas, lembre-se que esse caminho deve ser usado apenas para começar uma rede de relacionamentos, o presencial também é importante.

Desenvolva as suas capacidades de networking no dia a dia

Aproveite para treinar um pouco todos os dias. Na hora de café tente puxar conversa com alguém diferente, se apresente para as demais pessoas da empresa, ou simplesmente comece dizendo um bom dia para os desconhecidos. Quanto mais você praticar mais será fácil quando for participar de algum evento.

Procure ajuda profissional

Você pode fazer tudo isso sozinha, mas se contar com a ajuda profissional poderá se desenvolver mais rápido, ainda mais se estiver trabalhando a sua marca pessoal. Por isso, não descarte essa ideia.

Agora você já sabe que quem é tímida não precisa ficar de fora do networking, só precisa adaptar as ações para a sua realidade. Se fizer isso, tenho certeza que em pouco tempo conseguirá atingir muitos objetivos profissionais.

Forte abraço e lembre-se: Sua Marca é Você!

Jac Lopes

Gostou do texto? Não deixe de me seguir no Facebook, Linkedin e Instagram. Estou sempre postando conteúdos exclusivos nesses canais!

Posts relacionados