Exemplos de mulheres empreendedoras para te inspirar

Todas nós precisamos de uma inspiração para seguir em frente e tornar os nossos sonhos realidade. Cada dia que passo vejo mais mulheres empreendedoras, ocupando cargos de liderança, sendo donas das suas empresas e fazendo com que elas prosperem.

Não são raros os exemplos de mulheres empreendedoras, porém, algumas pessoas pensam que chegaram lá por sorte ou porque tinham quem as colocasse nessa posição.

É claro que isso não é verdade!

Lembra que há um tempo falei sobre estar na média? Se precisar é só rever o artigo para se recordar do que estou falando “Você está acima da média ou na merd…? Vamos descobrir?”.

Não cometa o erro de achar que o sucesso vem por acaso, ele exige muita preparação e, principalmente, saber aproveitar as oportunidades. Elas estudaram, foram buscar informações e acima de tudo, construíram seu branding pessoal.

Se existe uma coisa que as mulheres empreendedoras têm em comum é marca pessoal forte, vontade de superar desafios e não ter medo do novo. Veja um pouco da história de cinco mulheres empreendedoras, se inspire e aprenda com elas.

Chieko Aoki

Chieko Aoki

Chieko Aoki  é fundadora da rede de hotéis Blue Tree Hotels e hoje uma das mulheres mais influentes do Brasil e da América Latina. Ela nasceu no Japão e enfrentou muito preconceito por ser mulher, mas nem por isso deixou de se preparar para uma carreira, se formando ainda jovem em Direito e Administracão.

Ela viu na rede hoteleira uma oportunidade de negócios, pois, na época o setor estava em amplo crescimento. Juntou toda as habilidades que possuía e seu conhecimento para fundar a rede hoteleira que hoje possui diversas unidades.

Luiza Helena Trajano

Luiza Helena Trajano

Você sabia que uma das maiores redes de loja do país é comandado por uma mulher?

Luiza Helena Trajano começou como vendedora aos 12 anos para comprar presentes para sua família no natal. Porém, em pouco tempo descobriu que vender era, na verdade, um dos seus talentos naturais.

Enquanto a maioria das pessoas tinha vergonha de assumir que trabalhava como vendedora, para ela isso era um orgulho.

E foi assim, se preparando para vender cada vez melhor e humanizando o atendimento, fez com que a pequena loja de seus tios começasse a crescer. Hoje ela é a líder do Magazine Luiza, reconhecida como uma das melhores empresas para se trabalhar no país.

Janete Vaz e Sandra Costa

Janete Vaz e Sandra Costa

Essas duas bioquímicas comandam um dos maiores laboratórios do país. E não ache que foi fácil chegar onde estão hoje!

Desde pequenas elas observam bons exemplos. Sandra se inspirou na mãe que era costureira e empreendedora e Janete sempre observou o pai negociar, aprendendo muito com ele.

Elas começaram seu laboratório com apenas 3 funcionários e perceberam que precisavam se capacitar para ter maior credibilidade. Foi o que fizeram e logo começaram a ganhar reputação, o que permitiu que o negócio crescesse.

Elas nunca se acomodaram e sempre acreditaram nos seus sonhos e potencial, tanto que o lema dos Laboratórios Sabin que é ensinado aos funcionários é “Tire seus sonhos da gaveta”.

Cleusa Maria da Silva

Cleusa Maria da Silva

Cleusa nasceu em uma família pobre e trabalhou como boia-fria e empregada doméstica. Foi em uma casa de família que ela aprendeu a fazer bolos com a sua patroa e gostou tanto da ideia que começou a fazer e vender no bairro para complementar a sua renda.

Foi então que ela viu uma oportunidade de negócios e juntou com o que havia aprendido a fazer.

Abriu uma pequena loja de 20m², em Salto, interior de São Paulo. Sem medo de arriscar, com os negócios dando certo decidiu abrir uma loja maior. Só que os sonhos dela não paravam.

Durante 10 anos estudou e se preparou para abrir outras lojas e ter a sua rede de franquia. Com muito trabalho ele conquistou esse sonho e hoje a sua rede possui mais de 260 unidades em 13 estados: a Sodiê Doces.

Leila Velez e Zica Assis

Leila Velez começou sua carreira como atendente do Mcdonalds com 14 anos e aos 16 já era gerente. Zica Assis começou a trabalhar ainda mais jovem, com apenas 9 anos e foi babá, faxineira e empregada doméstica.

Ambas sentiam falta de produtos voltados para cabelos crespos e cacheados, por isso Zica tentou criar uma formula própria para esse tipo de cabelo. Passou 10 anos tentando até que finalmente chegou ao resultado que queria.

Elas se uniram e juntaram seus conhecimentos para abrir um salão de beleza, que em pouco tempo tinha uma demanda muito grande e o negócio logo começou a crescer. Hoje são mais de 25 institutos de beleza e mais de 50 produtos.

Eu tive a oportunidade de trabalhar com elas como diretora de marketing. Aprendi muito sobre humildade, ter sempre uma boa equipe, ouvir muito sua equipe e principalmente seus clientes, atender com excelência cada cliente, cuidar dos meus cachos, e claro, como  ser uma empreendedora e nunca deixar de se especializar. Sou muito fã e amiga pessoal das duas até hoje. Foi uma das melhores experiências da minha carreira.

Quando você fará parte do grupo de mulheres empreendedoras?

Todos esses exemplos de mulheres empreendedoras nos mostram que todos nós podemos ter um negócio próprio, mas é preciso se preparar e fortalecer a sua marca pessoal. Aprendi muito com elas e com as suas histórias e agora estou trilhando também o meu caminho como empreendedora.

E você quer ser uma das mulheres empreendedoras? Qual será o seu negócio? Compartilha comigo o que você quer fazer quem sabe eu possa te ajudar.

Forte abraço e lembre-se: Sua Marca é Você!

Jac Lopes

Posts relacionados