Minhas colegas de trabalho estão falando mal de mim. E agora?

JacPostColegasDeTrabalhoFalandoMal

Desde que comecei a trabalhar, sempre ouvi que é preciso ter jogo de cintura para lidar com as pessoas, mas a verdade é que a gente só consegue entender isso quando passa por certas situações “da vida real”.

Uma dessas é quando alguém resolve falar mal de você, o que normalmente acontece pelas suas costas e prejudica a sua marca pessoal.

Mas, antes de dizer como lidar com essa situação delicada, eu preciso explicar quem são essas pessoas que falam mal ou querem nos prejudicar.

Eu as chamo de pessoas tóxicas: querem contaminar todos ao seu redor sem trazer nada de positivo ou construir algo. Elas estão cansadas ou insatisfeitas com o trabalho e querem que todos tenham o mesmo sentimento e, se alguém está feliz ou fazendo um bom trabalho, acaba virando um alvo.

É claro que existem casos em que se fala mal da pessoa porque ela deu motivo. Por exemplo, não interage com o grupo, quer sempre se impor ou simplesmente não consegue ter o jogo de cintura que eu falei ser necessário.

Como agir quando estão falando mal de mim?

Antes de mais nada, analise a situação e não tome nenhuma atitude precipitada que possa se arrepender depois.

Ouça o que foi dito. Mesmo que seja pelas suas costas, uma hora ou outra isso chega aos seus ouvidos.

O que foi dito é mesmo uma verdade ou é apenas mais um pessoa tóxica querendo te prejudicar?

Reflita sobre os motivos apresentados e tenha em mente o seguinte: se mais de uma pessoa tem a mesma impressão, pode ser uma falha sua. Por outro lado, se apenas uma colega fica te “difamando”, pode ser inveja ou falta de capacidade de exercer um bom trabalho.

Em ambos os casos, sempre é preciso esclarecer a situação da melhor forma possível, sem constranger e nem acusar.

Chame a pessoa que está falando mal de você para conversar, mas não inicie o papo com acusações ou intimidações. Seja mais sutil dizendo que está querendo melhorar profissionalmente e que gostaria de ouvir um feedback sobre seus pontos positivos e negativos.

Se a pessoa se sentir confortável acabará falando, apesar de nem sempre ela ser tão sutil como você. Pode também acontecer da pessoa não falar a verdade, te elogiar, mas ao você virar as costas voltar a falar mal de você.

Pessoas tóxicas nem sempre estão dispostas a mudar e a se expor. Lembre-se, se estão falando mal de você pelas costas isso significa que você está pelo menos um passo à frente.

Sempre tente resolver tudo de forma amigável, sem fazer um alarde da situação, pode ser isso que a outra pessoa estava esperando para te prejudicar ainda mais. Porém, se o outro lado for profissional, irá expor o que está acontecendo e te dar algumas dicas para que possa melhorar.

Se isso acontecer absorva tudo, pois te ajudará a se tornar uma profissional ainda melhor.

A sua marca pessoal pode te blindar

Um fato é certo, nunca vamos conseguir agradar a todos – ainda mais as pessoas tóxicas.

Porém podemos nos blindar contra falatórios sem fundamentos sobre a nossa postura, ética e capacidade técnicas.

Ter uma marca pessoal reconhecida nessas horas é fundamental, pois, sem nem mesmo te conhecer as pessoas sabem da sua capacidade e te veem como uma referência. Se alguém falar mal de você pelas costas, logo a sua marca será defendida, fazendo com que o assunto se encerre naquele mesmo momento.

Ter um objetivo bem definido ajudará a fortalecer a nossa marca pessoal, reforçando os nossos pontos fortes. Portanto, se as colegas de trabalho pensarem em falar mal de você, irão refletir antes de te expor.

É bem provável que te procurem pessoalmente para entender uma situação que não se sentiram confortável e ouvir o seu lado antes de sair falando para os 4 ventos apenas um lado da história.

Ser receptiva com as pessoas, ter uma marca pessoal forte, fazer uma auto avaliação reflexiva e ter um coaching para te orientar, ajudam a evitar essa situação. Por isso, se notar que estão falando mal de você é hora de refletir e fazer de tudo para acabar com esse falatório.

Forte abraço e lembre-se: Sua Marca é você!

Jac Lopes

Gostou do texto? Não deixe de me seguir no Facebook, Linkedin e Instagram. Estou sempre postando conteúdos exclusivos nesses canais!

Posts relacionados