10 Dicas para construir sua marca pessoal no mundo corporativo

JacPostMarcaPessoal

Hoje vou falar mais um pouco sobre como construir a sua marca pessoal no mundo corporativo. Ao contrário do que muita gente pensa, uma marca pessoal não é construída apenas dentro da empresa que se está no momento – a bagagem de todos os lugares que já trabalhou vem junto.

Posso lhe dizer que a sua marca pessoal vai sendo construída ao longo do tempo. Ela está relacionada a seus propósitos de vida, ações que você realiza dentro e fora da empresa, investimento em você e muitos outros fatores.

Para que eu possa te ajudar na construção do seu personal branding, reuni informações que acho muito valiosas e que te ajudarão nesta jornada. Essas dicas podem ser complementadas com um post que fiz anteriormente “Conheça os 10 itens fundamentais na construção da sua marca pessoal” e que se você combinar todas elas terá um ótimo resultado.

Então vamos ver o que separei para você?

1. Estabeleça seu propósito na vida

Não deixe que sua vida siga sem rumo, que as coisas simplesmente aconteçam e que você concorde com isso. É preciso estabelecer o seu propósito de vida, saber com o que se identifica e qual dom possui para seguir esse caminho.

2. Defina seus objetivos e onde quer chegar com eles

Você precisa saber onde quer chegar e para onde está indo.

Se estabelecer essas diretrizes terá definido os seus objetivos e poderá assumir os remos da sua embarcação, dando a ela o rumo certo. Mas, para conseguir isso é preciso traçar um planejamento, pois não adianta apenas estar no lugar certo: é preciso saber ler os sinais e aplicar as ações corretas.

3. Identifique o que a torna única

Você é uma marca e podemos fazer uma comparação com marcas de produtos. Quando você vai ao supermercado, por que escolhe uma marca e não outra? A resposta pode ser diversificada: porque ela tem uma propaganda interessante, a qualidade do produto, a apresentação, etc.

É dessa forma que você deve pensar, o que faz com que o seu produto seja escolhido e não o do outro? Saiba o que lhe torna única e invista nesse ponto.  

4. Invista na sua marca pessoal

O investimento que falo nesse caso é divulgar a sua marca pessoal para que ela se fortaleça. Busque sua visibilidade e seu espaço, isso pode ser feito nas redes sociais, participando de encontros e dando palestras.

Mesmo que não receba nenhum valor por isso, não hesite em destinar parte do seu tempo, por exemplo, para fazer uma palestra em uma universidade. Pode ser que alguém que esteja assistindo vá lembrar de você quando precisar de um especialista e entrará em contato.

5. Estreite mais o foco

Hoje é preciso ser uma pessoa versátil, saber um pouco de tudo, mas não significa que deva se aprofundar em todos os assuntos. Primeiro porque você não teria tempo para isso, e outra, quem quer fazer tudo acaba fazendo nada.

Escolha uma área que gosta e que se identifica para investir, estude sobre ela, busque informações, leia muito e se torne um especialista. Como as pessoas buscam conhecer de tudo, acabam não se especializando – e esse pode ser o seu trunfo.

6. Tenha uma rede de contatos

A sua rede de contatos ou network deve ser construída com base na sua marca pessoal e não no seu cargo.

Deixe que as pessoas te conheçam pelas suas habilidades e que possam te ajudar a completar as competências que te faltam.  Ela deve servir como uma troca de informações e ajudar a solidificar a sua marca pessoal com recomendações positivas.

7. Não fuja da exposição

O medo de se expor não deve ser um impeditivo para que sua marca seja vista no mundo corporativo. Deixe que as pessoas conheçam o que você pode oferecer e construa a sua reputação em cima disso. Por mais difícil que seja, a exposição é necessária e somente assim poderá se tornar uma referência.

8. Proporcione experiência aos outros  

No seu contato com os outros lembre-se de sempre proporcionar experiências positivas para que se sintam acolhidos e confortáveis. Mantenha a sua identidade original e faça com que a sua marca pessoal seja memorável.

9. Tenha cuidado com a sua imagem pessoal

A sua imagem pessoal transmitirá a sua marca, ela funciona como uma embalagem. De acordo com o que os outros vêem por fora imaginam qual o produto a embalagem contém. Por isso, tome muito cuidado para que não ocorra uma dissonância entre a imagem que queremos passar e a que as pessoas recebem.

10. Jamais subestime sua audiência

O seu valor será determinado pelos outros, por isso é importante saber como você é percebido. Não se deixe enganar pela sua identidade de marca, pois a percepção que os outros têm de você é que determinará a sua reputação e valor de mercado.

Construir a sua marca pessoal é um dos passos para ter sucesso na sua carreira, mas deve ser feita com cuidado para que ele seja positiva e te faça atingir patamares mais altos. As dicas que dei devem ser praticadas diariamente, assim, em pouco tempo já as terá incorporado e perceberá que está se tornando uma referência no seu segmento.

Em qual desses pontos possui mais dificuldade? Compartilhe comigo, assim posso te dar mais dicas.

Forte abraço e lembre-se: Sua Marca é Você!

Jac Lopes

Gostou do texto? Não deixe de me seguir no Facebook, Linkedin e Instagram. Estou sempre postando conteúdos exclusivos nesses canais!

Posts relacionados